[ Ficha ] Sean Tewers

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[ Ficha ] Sean Tewers

Mensagem por Sean Tewers em Dom Fev 12, 2017 11:04 am

  

Nome: Sean Tewers.
Idade: 27 anos.


Background: Sean nasceu nos Estados Unidos como filho de um mafioso e uma jovem médica. Após alguns problemas familiares que o mesmo era incapaz de entender naquela época, em seus 5 anos, foi obrigado a mover-se com a família para o Japão. Sua chegada ao país fazia-lhe logo pensar se as coisas seriam mais calmas que em sua última residência, visto que o trabalho de seu pai sempre fazia-o ter noites turbulentas. Assim, Tewers cresceu os próximos anos de sua vida em Nihon, sendo onde reside até os dias atuais. Seu progenitor, então, novamente voltou a se envolver com o ramo anterior, tornando-se rapidamente da máfia local. O mesmo não tinha dó de sua família. Maltratava-os violentamente, desde o físico até o psicológico, consigo, sua irmã e a mãe. O rapaz, entretanto, tentava seguir em frente com todas as suas forças, apesar de usualmente tropeçar graças ao mais velho, que agora, miraria em si para trazê-lo para o caminho que seguia e usá-lo como mais um peão em seus planos. Porém, Sean não deixaria que alguém o comandasse.

Dessa forma, o rapaz começou a evitá-lo todos os dias, vinte e quatro horas. Enquanto seu pai queria que este seguisse os seus passos e liderasse a tal máfia, o jovem Tewers apenas desejava brigar e arrumar problemas; era sua real vocação e desejo. Passava o tempo todo nas horas apenas arrumando brigas de forma aleatória, destruindo coisas e muitos outros. Então, passara algumas semanas assim, apenas fugindo. E isso o fez cansar. Um verdadeiro homem procuraria uma forma em como resolver seus problemas, e o encararia pessoalmente. Por conta disso, para conversar frente a frente, Sean criou uma gangue, e gradualmente, a mesma ganhou uma leve notoriedade que iria aumentar mais conforme faziam mais atitudes rebeldes e aterrorizavam as ruas do Japão, além de serem incrivelmente fortes. Graças a isso, o pensamento de que poderiam agir sem conhecer os limites surgiu, que tudo podiam.

Sean rapidamente notou que precisava impor ordem, e como um ato de bondade que não perdia seu toque, criou um puteiro. Claramente, o local teria a mesma funcionalidade que o dos restante, mas era multi-uso. Ao mesmo tempo que servia de casa para mulheres e até algumas crianças e rapazes que eram sem teto e acabavam apanhando ou sendo abusados, o homem estava de portas abertas para qualquer um que estivesse de acordo em servir aos seus clientes por vontade própria. Instantaneamente, a forma como controlava seu trabalho carregou atenção e certa ''dignidade'' para o dono, onde as crianças ficavam responsáveis pela faxina e ajudando na cozinha, enquanto os rapazes cuidavam da segurança. Havia tornado-se alguém respeitável naquele meio, onde seu nome era bem reconhecido. Por conta dessa atitude, foi que seus companheiros de gangue se acalmaram e passaram a segui-lo.

Não demorou para que seu pai visse o que o mesmo havia se tornado, e sem hesitar, o mais velho decidiu que deixaria uma mensagem para o querido herdeiro. A ideia era atacar uma pequena confeitaria próxima do local onde Sean trabalhava, e devido ao seu poder, pode fazê-lo sem problemas, onde deixou diversos sinais de que havia passado por ali, desde uma leve destruição até a maior desfiguração, com seu nome pichado. Sem tardar, Tewers captou a mensagem que soava como uma leve ameaça de muitas que ainda viriam, e sem tardar, foi tentar ajudar quem levara a culpa por suas ações. Daria seu melhor para reconstruir e até mesmo deixar melhor do que antes, no entanto, ocorreu algo que não esperava. A pequena gerente que estava de cabeça quente por ter acontecido aquilo justamente com ela, tentou encarar e dar um sermão pesado no homem, qual agiu da seguinte forma: havia se curvado rente ao pé do ouvido da menor, e murmurou ali: ''Você daria uma boa putinha na minha cama... caso queira, eu irei protegê-la para que não incomodem mais.''. E foi assim que conseguiu o melhor presente do mundo, que apesar de no começo ser por negócios, tornou-se intenso e divertido.

Por fim, Sean apenas deu-se o trabalho de finalmente resolver os problemas com seu pai, e ambos firmaram um acordo que permitiu ao homem poder viver sua vida mais tranquilamente. Disse que se o mesmo ousasse quebrar o contrato, dessa vez, seria ele a causar terror com sua gangue, e quem sabe, até além disso. Assim, Tewers voltou a permanecer seguindo seu próprio caminho após o longo diálogo, com seus trabalhos e deveres de proxeneta.


Força: 2
Resiliência: 1
Agilidade: 1
Velocidade: 1
Vontade: -

Reflexos: 1
Inteligência: 1
Técnica: 1
Intimidação: 1
Coragem: 1
Fôlego: -

Biotipo primário: Mesomorfo.
Biotipo secundário: Ectomorfo.

Altura: 1,88cm.
Peso: 75kg.

Taxa de gordura: 0+
Traços: Reputação 2, Riqueza.
avatar
Sean Tewers

Mensagens : 8
Data de inscrição : 12/02/2017

Ficha do personagem
Pontos de vida  :
30/30  (30/30)
Fôlego  :
20/20  (20/20)
Exp:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum